| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

flor futura
Desde: 04/11/2003      Publicadas: 70      Atualização: 20/05/2019

Capa |  Civilização  |  Criação  |  crítica literária  |  pensamento


 Criação

  09/05/2019
  0 comentário(s)


A PATOLADA DO SOLDADO

Poema onde o autor homenageia o soldado da tropa de choque que passou por ele quando discursava numa manifestação de Protesto contra as injustiças do capitalismo. Neste momento que o soldado passou o mesmo fez um gesto de olhar de relance e suspender em seguida leve e sutilmente o próprio pênis

A PATOLADA DO SOLDADO

"Macha soldado/cabeça de papel/se não marchar direito/vai preso no quartel/o quartel pegou fogo/a Polícia deu sinal/acode, acode, acode/ a bandeira nacional"

Folclore popular

 

Ontem no final de um dia cansativo de manifestações anticapitalistas vigiadas pela Polícia

Eu discursava no microfone

E citava que o capitalismo é humilhação

inclusive aos soldados rasos nos inúmeros quartéis

humilhados pelo oficialato

superior.

 

Neste momento passa perto de mim

com uma forte fragância masculina

Um gigante louro quarentão à paisana

conversando com um PM negro seu amigo

Este Deus louro másculo, viril, músculos de aço

e barriguinha de Chopp

- [como de praxe nestes Oguns maravilhosos da tropa de choque]

Passa por mim

olhar de relance fixo nos meus olhos

sorri malicioso

e pega no seu mangaio de

homem casado

 

Foi tudo num átimo, um relance de dados

Meu coração disparou feito um dardo

Senti nas tripas aquele fisgado

 

Pois sempre tive meus altos e baixos

com estes homenzarrões da Polícia Militar

Mas agora é claro

Que em cada doce 'samango':

terei um ombro amigo, um lastro

um convite, uma pinada

um sarro.

 

 

 




  Mais notícias da seção poesia no caderno Criação
28/11/2018 - poesia - ELEGIA PARA LEZADO
Tributo póstumo e fúnebre ao poeta e historiador punk Wilezado Ruas....
23/10/2018 - poesia - EXPERIMENTOS COM O TEMPO - CONCERTO Nº 1
Poema lírico onde o autor revela sua vontade e ânsia de auto-transcendência....
27/03/2005 - poesia - LIVRO NEGRO
Poemas de inspiração decadentista...
27/03/2005 - poesia - LIVRO AFRODESCENDENTE
Poemas de temática afrodescendente.Palavras-chaves: orixás - mitos iorubás - Oxum - Ogum - Omulu - Xangô - Iemanjá - O ser supremo na visão iorubana - Olorum - Oxóssi....
27/03/2005 - poesia - LIVRO ZEN
Poemas de temática orientalista...
19/02/2005 - poesia - JOÃO CABRAL
Metapoema em homenagem ao poeta João Cabral de Melo Neto...
18/02/2005 - poesia - FRESTAS
Livro de poesia...
11/05/2004 - poesia - SER FILOSOFO VERMELHO MANGA
Poema divagação...
11/05/2004 - poesia - SER FILOSOFO VERMELHO MANGA
Poema divagação...
22/04/2004 - poesia - O VASO
Poema zen e taoista...
22/04/2004 - poesia - NIBANA
Poema zen e taoista...
16/04/2004 - poesia - O DIA QUE IMPERADOR ADRIANO APOIOU UM FIlÓSOFO
Poema histórico e metafórico...
16/04/2004 - poesia - O DIA QUE O IMPERADOR ADRIANO APOIOU UM FILÓSOFO
Poema histórico e metafórico...
15/04/2004 - poesia - O PEIXE VERDE
Poema zen e taoísta...
14/04/2004 - poesia - O cha verde
Poema zen e taoista...



Capa |  Civilização  |  Criação  |  crítica literária  |  pensamento